O Relacionamento estável, saiba admirar a beleza do “tédio” - PORTAL LEI & POLÍTICA

Page Nav

HIDE

Últimas notícias:

latest

Publicidade Paga

O Relacionamento estável, saiba admirar a beleza do “tédio”

  Relacionamento estável não precisa significar previsibilidade Recentemente, a atriz Bruna Marquezine, ao tratar do seu relacionamento com ...

 


Relacionamento estável não precisa significar previsibilidade

Recentemente, a atriz Bruna Marquezine, ao tratar do seu relacionamento com o ex, Enzo Celulari, disse que precisou de muita terapia para se acostumar com a paz de um relacionamento tranquilo. 

 Muito estimulado pela mídia, filmes e séries, foi construído na sociedade que, em muitos casos, o amor precisa ser pelo conflito: brigas, ciúmes, cobranças; quando na verdade, ela pode ser feita pelo respeito, admiração, confiança e tranquilidade. 

 Nesse aspecto, por conta do tanto que foi romantizado os relacionamentos em volta de brigas, muitas pessoas acabam julgando os namoros, casamentos e outros tipos de relação de cunho mais amoroso, como algo tedioso.

 Eventualmente, é claro que conflitos acabaram acontecendo, uma vez que estamos tratando de indivíduos diferentes, com preferências, interesses e opiniões diferentes. No entanto, estes não acontecerão mais por pequenas coisas. 

 É possível identificar estabilidade em relacionamentos que se iniciaram muito cedo, na adolescência e permanecem durante a fase adulta, pois é possível ver a progressão da maturidade dos envolvidos, e por conta do tempo, conseguirem administrar um certo nível de compreensão e confiança maior.

 No entanto, é possível reconhecer relacionamentos estáveis quando estes acontecem já na fase adulta. Por exemplo,  em relações no mundo sugar, é muito importante que a pessoa esteja comprometida naquele relacionamento, entenda seus requisitos e benefícios. Dessa forma, com maturidade, poderá tornar-se uma relação estável.

 Portanto, caso tenha passado por experiências passadas mais conturbadas, pode ser uma dificuldade sua, permanecer em um relacionamento tranquilo, mas é algo que precisa trabalhar em você. 

 Entretanto, é válido salientar que ao falar de um relacionamento estável, não estamos necessariamente ligando ele a um relacionamento chato e previsível. Cair na rotina, jantar sempre no mesmo restaurante, ir sempre aos mesmo lugares é algo que cai na monotonia.

 Um problema com esse tipo de estabilidade, é que faz com que seu cérebro busque por outro tipo de estimulação. Mas é importante se lembrar que o amor supera a excitação, portanto, procure atrelar a estabilidade a motivos positivos, não à causa negativas.


Da redação por Julia Pautas

Nenhum comentário

BETANO

Pixel