Mais moderna e acessível, passarela no túnel agora é de concreto! Confira - PORTAL LEI & POLÍTICA

Page Nav

HIDE

Últimas notícias:

latest

Publicidade Paga

Mais moderna e acessível, passarela no túnel agora é de concreto! Confira

O  Metrô-DF definiu revestimentos, como verniz antipichação nos azulejos e piso com acabamento antiderrapante. A Companhia do Metropolitano ...


Metrô-DF definiu revestimentos, como verniz antipichação nos azulejos e piso com acabamento antiderrapante.

A Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF) já definiu os revestimentos que serão utilizados na passarela subterrânea que ligará a Estação Praça do Relógio, do metrô, do lado norte da Avenida Central, ao lado sul da via, passando pelo Túnel de Taguatinga. Os azulejos serão no padrão metrô (azul, laranja e branco), concreto aparente com aplicação de verniz antipichação e pintura eletrostática branca nas peças em estrutura metálica.

A passarela, próxima parte da obra do túnel a ser liberada, tem 40 metros de comprimento, 2,97 metros de altura e 4 metros de largura. A passagem, que já existia antes da obra atual, foi confeccionada com tubos de aço. Agora, foi necessário refazê-la. Hoje ela é toda em concreto armado. “A passarela terá duas rampas, uma do norte da Avenida Central e outra do lado sul”, explica Antônio Carlos Ribeiro, fiscal da Secretaria de Obras.

Passagem subterrânea: a passarela ligará os lados sul e norte da Avenida Central de Taguatinga | Fotos: Renato Araújo/Agência Brasília.
“Demolida em função das obras do túnel, a passarela subterrânea foi reconstruída de forma mais moderna e com mais acessibilidade, condizente com as necessidades dos mais de 5 mil usuários, em média, que circulam pela região”
Luciano Carvalho, secretário de Obras

á o piso escolhido pela companhia será em granito cinza corumbá, com acabamento antiderrapante e forro metálico modular removível. De acordo com a assessoria do Metrô-DF, a escolha dos revestimentos a serem utilizados na passagem foi com base em projetos de arquitetura já aprovados.

Henrique Rodrigues diz: “Vai ser muito legal a passarela, vamos poder atravessar com segurança”

“Demolida em função das obras do túnel, a passarela subterrânea foi reconstruída de forma mais moderna e com mais acessibilidade, condizente com as necessidades dos mais de 5 mil usuários, em média, que circulam pela região”, diz o secretário de Obras, Luciano Carvalho.

Saber que a antiga passarela continuará existindo, agora com nova roupagem, alegrou os usuários do metrô e pessoas que transitam pelo centro de Taguatinga. O lavador de carros Henrique Rodrigues, morador de Samambaia, utiliza o metrô para ir trabalhar todos os dias, em Taguatinga. Como seu lugar de trabalho é do lado norte da região central, ele precisa atravessar diariamente do lado sul para o norte. “Vai ser muito legal a passarela, vamos poder atravessar com segurança”, destaca.

Outro que gostou de saber que haverá uma passarela subterrânea foi Luís Gonzaga, morador de Ceilândia. Embora não seja usuário assíduo do metrô, ele costuma transitar pelo centro de Taguatinga, e ficou feliz em saber da obra da passarela. “A expectativa de esse túnel ficar pronto é grande. O engarrafamento aqui era horrível. Vai melhorar muito.”

Para Luis Gonzaga, “a expectativa de esse túnel ficar pronto é grande. Vai melhorar muito”
O lojista Eber Nunes, que trabalha em Taguatinga, mora no Gama e às vezes se desloca para o Plano Piloto para ir à outra filial da loja em que trabalha, diz usar o metrô esporadicamente. “A passagem subterrânea vai nos ajudar muito”, frisa.
Eber Nunes acredita que com o fim da obra as vendas aumentarão.
Da redação do Lei & Política

Eber conta que os lojistas que ficam próximos ao túnel estão ansiosos pela conclusão da obra. “A expectativa é de que, com o fim da obra, as vendas aumentem. As pessoas muitas vezes têm preguiça de dar a volta, por isso o movimento caiu bastante. Temos visto lojas fechando. Estamos segurando a onda até a abertura dessa passarela”, explica.

Nenhum comentário

BETANO

Pixel