O governador do DF Ibaneis determinou que manutenção nas vias da 26 de setembro seja executada urgentemente - PORTAL LEI & POLÍTICA

Page Nav

HIDE

Últimas notícias:

latest

Publicidade Paga

O governador do DF Ibaneis determinou que manutenção nas vias da 26 de setembro seja executada urgentemente

  As vias da comunidade 26 de setembro necessitam de manutenção urgente.  Para o serviço, o Governo do Distrito Federal (GDF) vai destinar 4...

 

As vias da comunidade 26 de setembro necessitam de manutenção urgente. 
Para o serviço, o Governo do Distrito Federal (GDF) vai destinar 40 caminhões de expurgo de brita do Serviço de Limpeza Urbana (SLU). 

O material reciclado de entulhos da construção civil será aplicado em vias de acesso ao bairro prejudicadas pelas últimas chuvas.

Programa de conservação das cidades, o GDF Presente será responsável pelo transporte e colocação do material. A determinação de intervir nas vias de acesso ao bairro foi do governador Ibaneis Rocha, atendendo a pedido do deputado distrital e ouvidor da Câmara Legislativa do DF, Guarda Jânio. Ibaneis e o secretário de Governo, José Humberto Pires, receberam o distrital, nesta quinta-feira (17), no Palácio do Buriti.

“Não vamos desamparar ninguém. 
Já conversei com o SLU e vamos disponibilizar o material para melhorar as condições das vias. 
As pessoas precisam transitar, ir para o trabalho, levar os filhos à escola”, destacou o chefe do Executivo local. Segundo ele, as equipes do GDF Presente serão fundamentais nesse “socorro”. 

“Determinei ao secretário José Humberto que realize uma ação rápida.
 A rotina de muitas famílias está sendo prejudicada”, completou.
O 26 de setembro é uma área não regularizada e, por isso, não pode receber ainda infraestrutura definitiva, como asfalto, esgoto e equipamentos públicos. “Estamos avaliando com o deputado e a comunidade quais serão as avenidas beneficiadas. Será um trabalho executado pelas equipes do GDF Presente. Assim que a chuva der uma trégua, o serviço se inicia”, explicou José Humberto. “Verificamos o impacto das chuvas nas vias e queremos garantir a segurança de quem transita por lá, além da garantia de acesso das crianças às escolas”, disse o parlamentar.

Ainda segundo Guarda Jânio, no Assentamento 26 de setembro, circulam 12 ônibus e vans escolares diariamente. 

Os veículos transportam os alunos para escolas próximas, nas cidades de Taguatinga e Vicente Pires. Atualmente, cerca de 40 mil pessoas residem no local.

Morador da colônia agrícola, Miguel Rodrigues, 39 anos, revela que as vias se encontram em situação precária, com grandes erosões e possibilidade de atolamento.

 “Nosso pedido ao governo é que o material seja colocado nas ruas 4, 5 e 6, que são as mais críticas. Foram atacadas por um maior volume de água”, explica o rapaz, que é presidente da Associação dos Moradores do 26 de setembro (Amovs).

De acordo com Miguel Rodrigues, crianças da região têm perdido aulas devido às dificuldades de deslocamento.

 “Cada rua tem em torno de 3 km e está complicado o acesso dos ônibus para buscar as crianças”, diz Miguel. 

“De toda forma, será uma conquista importante esse cascalho na pista. 
Há uma diferença entre falar e fazer. 

E agora está sendo feito”, aponta o líder comunitário. No final do ano passado, a avenida principal também já havia sido recuperada com a aplicação de cascalho.

Da redação com informações da Agência Brasília

Nenhum comentário

BETANO

Pixel